O que a empresa pode oferecer ao DBA?

Hoje em dia o mercado está muito bom para o DBA, isso é um fato. Existem vagas de todos os níveis técnicos que ficam abertas por meses sem candidatos. Algumas vezes por falta de candidatos, outras pelo salário não condizer com a qualificação exigida ou mesmo por falta de candidatos qualificados. Este assunto sempre é motivo para horas e horas de conversas entre os DBAs – tem até um post legal de 2012 no blog do Luti sobre carreira com SQL Server.

Geralmente criticamos as empresas pelo baixo salário que oferecem, atacamos outros profissionais que “ganham demais e sabem de menos” e desprezamos a promiscuidade do mercado de TI. Algumas vezes elogiamos e admiramos profissionais com perfis proativos e dedicados, conversamos sobre o constante processo de qualificação dos DBAs – como todos na área de TI – e, claro, sobre salários. É comum encontrar uma vaga com uma lista gigantesca de requisitos técnicos e vários anos de experiência, mas acho curioso ver pouquíssimas vagas com a relação dos benefícios que a empresa oferece ao DBA.

Não estou falando dos básicos VT/VA/Plano de Saúde/etc, mas dos “prós” que fazem uma grande diferença na hora de escolher entre vagas. Listo abaixo os “benefícios” que mais valorizo.

Oferecer treinamentos regulares relacionados aos SGBDs
No mundo da TI, tudo muda muito rápido. Há dois anos foi lançado o Denali (SQL Server 2012) e, este ano, já temos o Hekaton (SQL Server 2014) disponível. Quantas features foram lançadas nesta mudança de versão que podem ser utilizadas para facilitar/melhorar a vida do DBA? Muitas vezes o DBA não tem tempo suficiente para administrar diversos servidores e se manter atualizado com todas as novidades.

Oferecer treinamentos relacionados ao cargo
Se o DBA, além de administrar o banco, será responsável pela virtualização do servidor ou pela ferramenta de backup terceirizada, que ele receba os treinamentos essenciais para compreender melhor essas tecnologias.

Estimular o compartilhamento do conhecimento
Creio que esta é uma das formas mais práticas de estimular o desenvolvimento técnico dos profissionais. Muitas vezes é mais barato e interessante assistir breves palestras do DBA, sobre Buffer Pool Extension, e do AD, sobre novidades do T-SQL no SQL Server 2014, que pagar por um treinamento.

Permitir a participação de webcasts relacionados ao cargo
Uma das formas mais práticas de aprender sem sair do lugar. É claro que se a instância cair durante o webcast o DBA vai resolver o problema, mas ter a liberdade de participar destes eventos virtuais é muito bem vindo.

Permitir a participação regular de eventos locais relacionados ao cargo
Participar de eventos como SQL Saturday ou encontros do SQL Server DF (como é o meu caso) é essencial para criação e ampliação de um networking, e o conhecimento adquirido nesses eventos é muito valioso.

Permitir e estimular a participação regular de eventos relacionados ao cargo
Acrescentei este para incluir eventos regionais ou internacionais como o PASS Summit, Tech Ed ou mesmo o SQL Saturday #284 que acontecerá em Porto Alegre. Aqui a empresa pode ajudar com custos ou financiar todo o evento. Novamente, o conhecimento adquirido nesses eventos é muito valioso.

Estimular o crescimento profissional do DBA através de certificações
Uma forma muito eficaz de estimular o profissional a tirar as certificações relacionadas ao cargo é através do pagamento dos valores das provas. Reajustes no salário, apesar de ter visto raras vezes, também estimulam bastante o DBA a correr atrás de certificações.

Certamente é muito difícil encontrar uma empresa que possua todos esses prós. Muitos acreditam que se treinarem seus funcionários, eles sairão da empresa. No entanto, acho improvável que um profissional que tenha acesso à parte de ou a todos esses “benefícios” queira sair da empresa. E você, o que acha?